Infraestrutura

 Nos últimos anos, foram investidos mais de R$ 1,5 bilhão para construir ou reformar aproximadamente 2,6 mil quilômetros de estradas, garantindo que todas as cidades do Estado estejam interligadas com asfalto. As obras no setor de infraestrutura continuam.

 A Paraíba já recebe as águas do Rio São Francisco, e o Governo do Estado promoveu R$ 1,4 bilhão em investimentos para construir 1,3 mil quilômetros de novas adutoras e o Canal Acauã-Araçagi.  As obras garantem segurança hídrica para todas as regiões do estado.

– Mais de 3 mil quilômetros de cabeamento ótico em implantação para interligar todas as regiões do estado, melhorando a capacidade de transmissão de dados.

– O estado possui ampla vocação para instalação de empreendimentos ligados à área de energias limpas, como eólica e solar, uma vez que a Paraíba possui o maior índice solarimétrico do Brasil.

Rodovias

Praticamente todos os municípios paraibanos estão interligados por rodovias asfaltadas. As rodovias federais mais importantes são: a BR-101, que liga João Pessoa a Natal e a Recife; a BR-230 (Transamazônica) que corta o Estado de Leste a Oeste, desde o Porto de Cabedelo, passando por Campina Grande, Cariri e Sertão e a BR-104 que liga o Agreste paraibano com Pernambuco e Rio Grande do Norte.

Porto de Cabedelo

Administrado pela Companhia Docas da Paraíba, é um dos melhores suportes logísticos localizados no centro do Nordeste. Com movimentação de aproximadamente 2 milhões de toneladas por ano, o Porto conta com uma estrutura de mais de 60 hectares de áreas distribuídas em:

    • 602 m de cais.
    • Calado de 9,14 m (com ampliação prevista para 11 m).
    • 10.000 m² de armazéns.
    • Cerca de 24.000 m² de pátios com vias de fácil tráfego.
  • 32 hectares de retroárea a 5 km do cais.

Água e esgoto

No contexto nordestino e em relação ao próprio País, a Paraíba apresenta índices razoáveis de atendimento às populações urbanas em abastecimento de água e saneamento.

Nas duas cidades que mais concentram o investimento industrial, João Pessoa e Campina Grande, esses serviços atendem à demanda e oferecem estrutura para futuras instalações industriais.

Aeroportos

O Aeroporto Castro Pinto, a 8km de João Pessoa, com pista de 2.515 m, de boas condições para aterrissagem de aviões de grande porte. Nele operam linhas regulares nacionais e internacionais do sistema Charter.

O aeroporto João Suassuna, vizinho ao Distrito Industrial de Campina Grande, é a opção para quem deseja uma conexão mais rápida ao interior da Paraíba.

Telecomunicações

A Paraíba conta com uma ampla infra-estrutura de empresas na área de Telecomunicações. As principais empresas do setor encontram-se em nosso estado. Seja na área de telefonia fixa ou móvel, sua empresa contará com serviços da OI, TIM Nordeste, Embratel, Vésper, Claro, entre outras.

Energia elétrica

Todos os Distritos Industriais implantados e em implantação possuem disponibilidade de energia elétrica fornecida pela ENERGISA, em João Pessoa e todo Estado, com exceção de Campina Grande, que tem fornecedora própria, a CELB. O suprimento é feito pela CHESF Companhia Hidrelétrica de São Francisco. Ambas as empresas foram adquiridas, através do processo de privatização, pelo grupo mineiro Cataguazes.

Gás Natural

A Paraíba é um dos Estados que mais investe em novas energias, entre eles, o gás natural. Com distribuição garantida através da PBGás – concessionária de gás natural, residencial, industrial, comercial e veicular, empresa de economia mista do Governo Estadual – a Paraíba entra em destaque por tamanha inovação.